skip to Main Content
1-800-987-654 admin@totalwptheme.com

QUAL É A RELAÇÃO ENTRE O SONO E A ALIMENTAÇÃO?

Esqueça as ideias preconcebidas sobre a relação entre aquilo que come e a qualidade do seu sono e teste os seus conhecimentos connosco!

A ALIMENTAÇÃO INFLUENCIA
o sono?

Verdadeiro. A composição das refeições e a altura em que estas são feitas influenciam a duração e qualidade do sono. Ao almoço, é aconselhável consumir alimentos que estimulem o estado de alerta, como as proteínas (carne, peixe e ovos). Para o jantar, opte por alimentos ricos em hidratos de carbono (pão, massa e arroz), já que estes nos ajudam a adormecer.

A SENSAÇÃO DE FOME
aumenta o estado de vigilância?

Verdadeiro. Se observarmos os animais, constatamos a permanência do seu estado de vigilância antes de comerem. Este estado de vigília é o que lhes permite irem à procura de alimentos. Depois de se terem alimentado, adormecem. Esta relação entre a ingestão alimentar e a vigilância parece ser idêntica nos seres humanos. O estado de saciedade facilita o aparecimento do sono, uma vez que faz diminuir o nível de vigilância.

HÁ ALIMENTOS QUE AJUDAM
a dormir bem?

Verdadeiro. É o caso, por exemplo, dos alimentos que contêm triptofano: legumes secos (como lentilhas, grão-de-bico e feijões secos), cereais integrais, bananas, cajus, amêndoas, sementes de abóbora…

É aconselhável DEITARMO-NOS
LOGO A SEGUIR AO JANTAR?

Falso. O ideal é fazermos a última refeição do dia entre duas a três horas antes de nos deitarmos. É o tempo necessário para não adormecermos a meio da digestão e para não acordarmos cheios de fome no final da noite.

A INGESTÃO DE GORDURAS
favorece o sono?

Falso. Se forem ingeridos à noite, os alimentos com alto nível de gorduras, que são difíceis de digerir, provocam a fragmentação do sono.

OS AÇÚCARES LENTOS
incentivam a vigilância?

Falso. O pão, massa e arroz (que devem ser integrais, de preferência) ajudam a adormecer.

O ÁLCOOL DÁ VONTADE
de dormir?

Verdadeiro. 56% dos franceses afirmam que os seus problemas de sono prejudicam as suas carreiras ou estudos. 8% da população faltou pelo menos uma vez ao trabalho nos últimos 12 meses devido a problemas de sono

*Institut national de prévention et d’éducation pour la santé (Inpes)-BVA, “Les Français et leur sommeil”, 2008. Consultado em: 10 de março de 2008
Este inquérito relativo às representações, atitudes, conhecimentos e práticas relacionados com o sono de jovens adultos em França foi realizado pelo Instituto BVA (Institut BVA) junto de uma amostra representativa da população francesa, a nível nacional, com idades entre os 25 e os 45 anos:

•1004 pessoas foram questionadas por telefone de 13 a 22 de dezembro de 2007.

•Amostra estabelecida segundo o método de quotas aplicadas às seguintes variáveis: sexo, idade, categoria socioprofissional do chefe de família após estratificação por região e categoria de aglomeração.

Back To Top